“QUAL A VONTADE QUE PREVALECE?”


“Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.” (Mt 12:30)

“Sugiro uma pergunta: O quanto queremos de Deus na nossa vida? Você já se deu conta de quantos ‘foras’ já deu em Deus? Quantas vezes já disse Ele: desse jeito não! Contrariando acintosamente ordens e desejos claros de Deus para sua vida? Quem manda na sua vida, você ou Deus? Ou você gosta de viver naquela infeliz composição: Às vezes eu, às vezes Ele! Vamos ser francos e honestos? Nunca é Ele, é sempre você no comando de tudo. 

E, seja qual for o resultado de suas decisões, ainda diz: Foi Deus que quis assim! Admitindo uma falsa ou capenga submissão. Essa frase de Jesus que encabeça esse artigo surgiu em um contexto no qual Jesus expulsa demônios de um homem mudo e cego e, ainda, o cura. No entanto, os algozes de Jesus, desejando denegrir as suas ações diante do público presente, o acusa de ser agente de Belzebu (nome popular para Satanás). Jesus os contesta afirmando que uma casa dividida não sobrevive e que, se Satanás expele os seus próprios emissários, ele próprio está se destruindo, e ele é inteligente para não fazer isso.

Satanás é unido e comprometido com as forças operosas do mal. Ele não é tolo de afundar o seu próprio reinado de trevas. E Jesus arremata o diálogo com os seus opositores assegurando: ”Quem não é por mim é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha.” Ou seja, a casa será ocupada ou por Deus ou por Satanás. Não há como transigir ou compor. Quem pensa servir a Deus e ao diabo alternadamente, na verdade está servindo ao diabo que engana e se transforma em anjo de luz. Como afirma Paulo: “E não é de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. 

Não é muito, pois, que os seus próprios ministros se transformem em ministros de justiça; e o fim deles será conforme as suas obras.” (Co 11:14). Portanto, devemos redobrar os nossos sensores espirituais a fim de detectarmos qualquer tentativa de aproximação do inimigo para que ele não encontre em nós uma situação favorável de acolhida. Satanás tem pouquíssimos seguidores dentro de seus templos consagrados a ele. Não se encontra ‘satanistas’ por aí com facilidade. Aí é que está a tática dele, os seus seguidores estão em toda parte, até mesmo em templos cristãos onde o repreendem veementemente. 

A sua astúcia é de uma sutileza e imperceptibilidade incrível. São lobos com peles de ovelhas, são feras disfarçadas em ministros de justiça, são luzes que apontam o caminho do abismo (“estrelas errantes” Jd 13). Atrevido, ele comparece à presença de Deus em companhia dos filhos de Deus. Veja no livro de Jó “Num dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles” (1:6). No livro de Jó sobre quem Satanás investe com uma ferocidade incrível, destruindo todos os seus bens, todos os seus filhos e toda a sua saúde, quem derrota a Satanás é Jó, não é Deus,por assim dizer. 

É Jó que destrói a tese de Satanás que insinuava que ele só era fiel a Deus porque era rico e protegido por Deus. E na situação de extrema miséria, com o coração dilacerado pela morte de seus dez filhos e filhas, ele adora a Deus e diz: “O Senhor deu e o Senhor tomou; bendito seja o nome do Senhor” (Jó 1:21). Podemos e devemos fazer o mesmo diariamente. Quem fica em casa enquanto tudo desmorona? A murmuração ou a adoração? Quem fica no teu coração quando as tentações aportam? A iniquidade ou a santidade? Quem fica quando a pressão e as cobranças chegam à tua vida? O desespero ou a serenidade? Quem fica quando te mandam embora e o relacionamento acaba? A vingança ou a paz de Cristo? Quem fica quando a decepção chega? A tristeza ou o altruísmo? A decisão de fazer a vontade de Deus sempre será sua. 

Gosto de pensar que não tenho outra escolha nem outra vontade além da de Deus para a minha vida. Desta forma Deus sempre fica e o mal é que vai embora. O bem-vindo é exclusivo para p Espírito Santo de Deus que já habita em nós. Detecto, é claro, momentos e situações que vêm com o intuito maligno de me derrotar, mas abro o meu coração, reconheço a minha vulnerabilidade e rendo-me incondicionalmente à vontade de Deus.
 Muitas vezes com lutas, mas o Senhor tem de vencer. É ele quem fica, sempre ele!” (Ver. Miguel Cox). Semana vitoriosa a todos.

Pr. Dário Melo da Rocha
 IBCJ / IBMBJ-ORMIBAN-PE Mat. 2051
“QUAL A VONTADE QUE PREVALECE?” “QUAL A VONTADE QUE PREVALECE?” Reviewed by Igreja Batista Central do Jordão on 9/04/2017 01:42:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

Não deixe de comentar, estamos ansiosos esperando sua opinião.

Lembre-se que você pode escolher comentar pelo FACEBOOK, clicando na opção nessa barrinha escura aí acima!

Porém antes de Comentar leia:
-Comente só sobre a postagem; (Caso queira falar conosco clique em "Contato")
-Este blog é público, e várias pessoas acessam diariamente, por isso não coloque seu número telefônico, senha, ou dados pessoais nos comentários.

Image Link [http://3.bp.blogspot.com/_Fci168erGdQ/SSRaF9y9-II/AAAAAAAAAS0/JZ2NPEsH8-Q/S220/101_1247.jpg] Author Name [Igreja Batista Central do Jordão] Author Description [Uma igreja que existe para lhe ajudar a crescer espiritualmente com os propósitos de Deus para sua vida.] Facebook Username [ibcjordao] Twitter Username [none] GPlus Username [+ibcjordaotv] Pinterest Username [none] Instagram Username [none]