Setembro Amarelo

Você importa! | Setembro Amarelo

seja bem-vindo a primeira série de estudos e artigos da Igreja Batista Central do Jordão.
Com supervisão do pastor sênior da IBCJ: Pr. Dário Melo da Rocha, teremos alguns colaboradores que farão os artigos desta série, usando base bíblica e de livros que serão citados em cada artigo, caso mencionados.

Hoje, o artigo será escrito por mim, Dário Júnior e nós não precisaremos ficar nos apresentando, no fim de cada artigo haverá o nome do redator.

Você importa!

Para começar a série, é importante enfatizar isso! Não nos interessa o que passa pela sua cabeça neste momento, você é importante!

Hoje vivemos em uma sociedade que impõe padrões e isso determina o modo como o mundo gira, a forma de se vestir, o jeito de andar, os equipamentos (smartphone, relógio, etc), a forma de falar entre amigos (gírias), etc.

Praticamente tudo é regido a partir de quem tem “poder de influência” para os demais. E em grande maioria, quem tem esse “poder” nos dias de hoje são pessoas que esbanjam grana, viajando pra onde querem, comprando o que querem, parecendo que nem tem boletos a pagar no fim do mês (rsrs). Vivendo, de certa forma, em um universo paralelo. Recebendo um bom dinheiro somente para postar fotos com um produto de determinada marca; corpos bem definidos, saudáveis, aparentemente 100% felizes com a vida.

Voltando a nossa realidade, a história é bem diferente. Chega a bater uma deprê né? Parece que nunca vamos chegar lá… E juntando a isso, qualquer tipo de dificuldade que estivermos vivendo hoje, nos faz nos colocarmos pra baixo, como se fôssemos inferior, “Nunca vou conseguir fazer isso”.

Recentemente, a Bruna Marquezine, conhece? A atriz da Globo. Perfeitamente se encaixa no que detalhei há pouco, não tem do quê se preocupar com boletos – pode comprar o que quiser, viajar pra onde deseja ir, etc. Naturalmente, poderia viver em uma bolha.

Foto: Instagram

Seguir a Bruna, como qualquer outra celebridade, nos traz a sensação de que não é tangível a chance de viver o que ela vive. E, isso mexe. Não é anormal que quando você consumir o conteúdo web dessas pessoas, durante todos os dias, comece a se depreciar. Se achar incapaz, fraco, e então começar a criar barreiras mentais.

E quando você coloca o seu cérebro contra você, entrará em uma batalha que normalmente não vence. Batalhas como essas, levam pessoas para depressão. E se você acredita que esteja em alguma dessas batalhas, não lute sozinho. Procure ajuda. Pessoas estudaram, e muito, para ter capacidade de te ajudar.

Tudo bem, mas porquê eu falei da Bruna Marquezine?

Porque ela, após sofrer centenas de críticas até desrespeitosas sobre seu corpo (precisou emagrecer para participar de um papel na Globo), terminou por enfatizar que não são as opiniões de quem ela nem conhece, que vai fazer ela amar ou deixar de amar seu corpo, e sim ela mesmo.

Então, o ponto que é importante deixar bem claro, mais vale a sua opinião sobre você mesmo, mais vale o que você acredita ser.

“Empatia” – stories nos Destaques de Bruna Marquezine

Mas como se sentir importante?

Tudo o que a mente humana pode conceber, ela pode conquistar

Napoleon Hill

Você precisa, antes de qualquer coisa, saber a importância que você é. Mas não se preocupe em saber a sua importância na vida das outras pessoas primeiro – o principal é você descobrir o quão importante você é para você mesmo. Antes de criar qualquer tipo de pensamento pessimista, o “eu não consigo”, pense em atingir degraus menores, degraus que exigem menos – isso alimenta sua auto-estima. Antes de ser um excelente médico, você precisa ser um excelente estudante. Ou seja, para começar a recosquistar sua própria confiança, alcance pequenos objetivos. E para que isso comece, vale até começar com alguns bem simplórios: “Ao acordar, eu vou arrumar a cama”. Atingir o primeiro objetivo nos faz acreditar que é possível atingir o próximo, e cada objetivo a curto prazo nos levará a objetivos de prazos maiores. “Hackear” sua própria mente, o faz acreditar em si mesmo, e tendo o controle da sua mente fará você chegar onde quer chegar!

Confiar em si mesmo, traçando metas tangíveis a curto prazo, para alcançar os objetivos a longo prazo.

Mas lembre-se sempre,

'Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês', diz o Senhor, 'planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro.

Jeremias 29:11
Dário Júnior

Dário Júnior

Cursando Ciência da Computação na Universidade Católica de Pernambuco, designer, filmmaker, filho de pastor e membro da equipe de Multimídia da Igreja Batista Central do Jordão